Equipe Albam

Conheça quem está por trás deste projeto.

O Instituto Albam é uma organização não governamental, fundada em 1998, pioneira no desenvolvimento de grupos reflexivos com homens autores de violência de gênero e mulheres em situação de violência, atuando em parceria com o Poder Judiciário e com a Secretaria de Defesa Social do Estado de Minas Gerais. Além desses eixos, o Instituto promove capacitações, seminários e cursos na temática de gênero e violência. Já recebeu diversos prêmios, com destaque para os prêmios nacional e estadual Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), concedido pela ONU, Governo Federal e Governo Estadual.

CONHEÇA NOSSA EQUIPESempre preparados para novos desafios

Luciano Pinheiro Carvalho
Luciano Pinheiro Carvalho
Coordenador Geral

Acesse o currículo Lattes
Graduado em Psicologia pelo Centro Universitário UNA. É Coordenador geral do Instituto Albam e coordenador de grupos reflexivos de gênero. Atua ainda como facilitador de treinamentos comportamentais e em atendimentos individualizados para desenvolvimento de pessoas no âmbito profissional, bem como na psicologia clínica.

Felippe Lattanzio
Felippe Lattanzio
Coordenador Metodológico

é coordenador metodológico do Instituto Albam, supervisionando e executando as práticas de grupo e os projetos diversos da instituição. Graduado em psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), tem mestrado em psicologia/teoria psicanalítica pela mesma instituição, no qual estudou o conceito de gênero em interlocução entre a psicanálise e as teorias feministas. Atualmente cursa doutorado, também na UFMG, em que pesquisa um modelo continuísta entre neuroses e psicoses na psicopatologia. Atuou na docência de psicologia em instituições diversas (Especialização em Teoria Psicanalítica [UFMG], Instituto de Direitos humanos, Síntese). Foi psicólogo judicial do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG) de 2011 a 2014, na comarca de Belo Horizonte, atuando como perito em processos diversos, sendo que atualmente ainda atua como perito particular e assistente técnico em casos variados que envolvem psicologia jurídica. No âmbito do Instituto Albam, ganhou o prêmio “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, oferecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Governo do Estado de Minas Gerais. Possui artigos e capítulos de livro publicados em revistas e publicações especializadas, nacionais e internacionais, com destaque para o capítulo “Grupos de gênero nas intervenções com as violências masculinas: paradoxos da identidade, responsabilização e vias de abertura”, publicado em livro organizado pelo Instituto ISER/RJ em 2013. Participou, como conferencista e palestrante, de variados congressos e seminários, nacionais e internacionais. Organizou e ministrou capacitações diversas, com destaque para capacitação ministrada aos desembargadores e juízes do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, sobre alternativas penais no âmbito da Lei Maria da Penha, bem como para palestras ministradas para o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais. Atua em consultório particular no atendimento a adolescentes e adultos, bem como na supervisão de outros profissionais em Belo Horizonte e interior do estado (para maiores informações, acessar o Currículo lattes

Rebeca Rohlfs Gaetani Barbosa
Rebeca Rohlfs Gaetani Barbosa
Coordenadora de Projetos Sociais

É graduada em psicologia pela FUMEC, com especialização em psicologia hospitalar pela mesma instituição. Tem como principais eixos de atuação as áreas de psicologia social, desenvolvimento humano, gênero, grupos e psicologia clínica. Tem sido responsável por consultorias, cursos, capacitações, treinamentos e atendimentos clínicos no Brasil e no exterior, além de publicações técnicas e científicas e apresentações em congressos. Responsável pela criação, implementação e coordenação de projetos sociais diversos. Foi coordenadora da Coordenadoria Especial de Políticas para as Mulheres do Estado de Minas Gerais e coordenadora geral do Instituto Albam (do qual é membro-fundadora). No âmbito do Instituto Albam, ganhou o prêmio “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, oferecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Governo do Estado de Minas Gerais. Atualmente dedica-se prioritariamente a consultorias em desenvolvimento humano (com destaque para capacitação ministrada aos desembargadores e juízes do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, sobre alternativas penais no âmbito da Lei Maria da Penha, palestras ministradas para o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais e capacitações realizadas para municípios diversos) e à clínica. Para mais informações acesse o Currículo Lattes

Fátima Pessali
Fátima Pessali
Membro Fundadora

É graduada em Psicologia pela PUC/MG (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e pós-graduada em Psicopedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Belo Horizonte. É membro-fundadora do Instituto Albam, atua na execução de grupos reflexivos com homens no combate à violência de gênero. Tem formação continuada no tema violência doméstica e intrafamiliar. Atua ainda na promoção de reconhecimento da diversidade sexual e enfrentamento ao sexismo e à homofobia. No âmbito do Instituto Albam, ganhou o prêmio “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, oferecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Governo do Estado de Minas Gerais.

Luciene Fátima de Melo Ferreira
Luciene Fátima de Melo Ferreira
Membro Fundadora

É graduada em psicologia pela PUC/MG (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais), com especialização em Psicopedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Belo Horizonte e especialização em Aquisição e Desenvolvimento de Linguagem pelo Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix. Tem como principais eixos de atuação as áreas de psicologia social, gênero e grupos. É membro fundadora do Instituto Albam e coordenadora de grupos sociais, relativos a mulheres e homens envolvidos em situação de violência de gênero. No âmbito do Instituto Albam, ganhou o prêmio “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, oferecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Governo do Estado de Minas Gerais. Atua em consultório particular no atendimento clinico de crianças, adolescentes e adultos.

Paula Jardim Duarte
Paula Jardim Duarte
Coordenadora de Grupos de Mulheres e Homens

Graduada em psicologia pela PUC/MG (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) em 1999, com experiência de 15 anos na área das Políticas Públicas e Violência. Foi Diretora de Reintegração Social, onde trabalhava na promoção das Alternativas Penais pelo Programa CEAPA-MG (Central de Acompanhamento às Penas e Medidas Alternativas de Minas Gerais). Também atuou na área da Saúde no Centro Viva Vida de Santa Luzia e atualmente está como Coordenadora Regional do NAVCV-RMBH (Núcleo de Atendimento às Vítimas de Crimes Violentos de Ribeirão das Neves). É coordenadora de Grupos de Mulheres (Roda Viva) e Homens (Andros) pelo Instituto Albam desde 2013. Possui Formação em Psicanálise pelo Campo Lacaniano e atende em consultório particular.

João Paulo Bernardes Gonçalves
João Paulo Bernardes Gonçalves
Coordenador de Grupos

graduado e licenciado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/Minas) e mestre em Psicologia Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Membro do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão Conexões de Saberes (FAFICH/NEPECS). Mediador de Conflitos pelo Instituto Brasileiro de Mediação e Arbitragem (IMAB). Tem experiência em Projetos de Extensão Universitária, com ênfase em Psicologia Social Comunitária, atuando principalmente nos seguintes temas: intervenções psicoeducativas em gênero, masculinidades e violências; adolescência, educação afetivo-sexual e saúde reprodutiva. Atuou como gerente do Programa Mediação de Conflitos da Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais (SEDS/MG). Para mais informações, acesse o currículo Lattes

Leonardo de Lima Leite
Leonardo de Lima Leite
Coordenador de Grupos

Graduado em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Foi técnico social do Programa Mediação de Conflitos da Secretaria de Estado de Defesa Social e trabalhou como apoio técnico, fazendo intervenções de Educação em Saúde no projeto de extensão da Escola de Enfermagem da UFMG. Participou da elaboração de vários seminários, dentre eles o Seminário Municipal da Política de Prevenção à Criminalidade e Políticas Públicas de Betim (2012). Elaborou um artigo publicado no livro Mediação de Conflitos, intitulado “O Acolhimento e a apresentação do método: aspectos relevantes do processo de Mediação-Avaliação de caso de Mediação atendido pela equipe da Pedreira Prado Lopes”. É coordenador de grupos no Instituto Albam.

Gustavo Fortunato Duarte
Gustavo Fortunato Duarte
Coordenador de grupos reflexivos

Graduado em psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais, com percurso acadêmico voltado para a Psicologia Social e Psicologia Clínica. Tem como concentração de estudos as áreas de gênero, diversidade sexual e psicanálise. Integrou a equipe do NUH/UFMG (Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT) como bolsista de extensão, trabalhando na execução de três edições do projeto de extensão “Educação Sem Homofobia” em Belo Horizonte, região metropolitana e no Vale do Jequitinhonha. Nesse contexto, atuou também na construção de eventos e seminários, como a “Conferência Municipal de Direitos Humanos e Cidadania LGBT”. Atua como coordenador de grupos reflexivos de gênero e psicólogo clínico. Para mais informações. Acesse o currículo Lattes