Equipe Albam

Conheça quem está por trás deste projeto.

O Instituto Albam é uma organização não governamental, fundada em 1998, pioneira no desenvolvimento de grupos reflexivos com homens autores de violência de gênero e mulheres em situação de violência, atuando em parceria com o Poder Judiciário e com a Secretaria de Defesa Social do Estado de Minas Gerais. Além desses eixos, o Instituto promove capacitações, seminários e cursos na temática de gênero e violência. Já recebeu diversos prêmios, com destaque para os prêmios nacional e estadual Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), concedido pela ONU, Governo Federal e Governo Estadual.

CONHEÇA NOSSA EQUIPESempre preparados para novos desafios

Luciano Pinheiro Carvalho
Luciano Pinheiro Carvalho
Array

Array

Felippe Lattanzio
Felippe Lattanzio
Array

É coordenador geral e coordenador metodológico do Instituto Albam, supervisionando e executando as práticas de grupo e os projetos diversos da instituição. Graduado em psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), tem mestrado em psicologia/teoria psicanalítica pela mesma instituição, no qual estudou o conceito de gênero em interlocução entre a psicanálise e as teorias feministas. Atualmente cursa doutorado, também na UFMG (com estágio doutoral no Conservatoire National des Arts et Metiers - Université Paris V - Sorbonne), em que pesquisa um modelo continuísta entre neuroses e psicoses na psicopatologia. Atua na docência de psicologia em instituições diversas (Especialização em Teoria Psicanalítica [UFMG], Faculdade Fead, Instituto de Direitos humanos, Síntese). Foi psicólogo judicial do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG) de 2011 a 2014, na comarca de Belo Horizonte. No âmbito do Instituto Albam, ganhou o prêmio “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, oferecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Governo do Estado de Minas Gerais. Possui artigos e capítulos de livro publicados em revistas e publicações especializadas, nacionais e internacionais, com destaque para o capítulo “Grupos de gênero nas intervenções com as violências masculinas: paradoxos da identidade, responsabilização e vias de abertura”, publicado em livro organizado pelo Instituto ISER/RJ em 2013. Participou, como conferencista e palestrante, de variados congressos e seminários, nacionais e internacionais. Organizou e ministrou capacitações diversas (TJMG, TJSE, TJMA, TJMS, municípios diversos). Atua em consultório particular no atendimento a adolescentes e adultos, bem como na supervisão de outros profissionais em Belo Horizonte e interior do estado (para maiores informações, acesse aqui o Currículo lattes).

Rebeca Rohlfs Gaetani Barbosa
Rebeca Rohlfs Gaetani Barbosa
Coordenadora de Projetos Sociais

É graduada em psicologia pela FUMEC, com especialização em psicologia hospitalar pela mesma instituição. Tem como principais eixos de atuação as áreas de psicologia social, desenvolvimento humano, gênero, grupos e psicologia clínica. Tem sido responsável por consultorias, cursos, capacitações, treinamentos e atendimentos clínicos no Brasil e no exterior, além de publicações técnicas e científicas e apresentações em congressos. Responsável pela criação, implementação e coordenação de projetos sociais diversos. Foi coordenadora da Coordenadoria Especial de Políticas para as Mulheres do Estado de Minas Gerais e coordenadora geral do Instituto Albam (do qual é membro-fundadora). No âmbito do Instituto Albam, ganhou o prêmio “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, oferecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Governo do Estado de Minas Gerais. Atualmente dedica-se prioritariamente a consultorias em desenvolvimento humano (com destaque para capacitação ministrada aos desembargadores e juízes do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, sobre alternativas penais no âmbito da Lei Maria da Penha, palestras ministradas para o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais e capacitações realizadas para municípios diversos) e à clínica. Para mais informações acesse o Currículo Lattes

Fátima Pessali
Fátima Pessali
Membro Fundadora

É graduada em Psicologia pela PUC/MG (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e pós-graduada em Psicopedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Belo Horizonte. É membro-fundadora do Instituto Albam, atua na execução de grupos reflexivos com homens no combate à violência de gênero. Tem formação continuada no tema violência doméstica e intrafamiliar. Atua ainda na promoção de reconhecimento da diversidade sexual e enfrentamento ao sexismo e à homofobia. No âmbito do Instituto Albam, ganhou o prêmio “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, oferecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Governo do Estado de Minas Gerais.

Luciene Fátima de Melo Ferreira
Luciene Fátima de Melo Ferreira
Membro Fundadora

É graduada em psicologia pela PUC/MG (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais), com especialização em Psicopedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Belo Horizonte e especialização em Aquisição e Desenvolvimento de Linguagem pelo Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix. Tem como principais eixos de atuação as áreas de psicologia social, gênero e grupos. É membro fundadora do Instituto Albam e coordenadora de grupos sociais, relativos a mulheres e homens envolvidos em situação de violência de gênero. No âmbito do Instituto Albam, ganhou o prêmio “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, oferecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Governo do Estado de Minas Gerais. Atua em consultório particular no atendimento clinico de crianças, adolescentes e adultos.

Paula Jardim Duarte
Paula Jardim Duarte
Coordenadora de Grupos de Mulheres e Homens

Graduada em psicologia pela PUC/MG (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) em 1999, com experiência de 15 anos na área das Políticas Públicas e Violência. Foi Diretora de Reintegração Social, onde trabalhava na promoção das Alternativas Penais pelo Programa CEAPA-MG (Central de Acompanhamento às Penas e Medidas Alternativas de Minas Gerais). Também atuou na área da Saúde no Centro Viva Vida de Santa Luzia e atualmente está como Coordenadora Regional do NAVCV-RMBH (Núcleo de Atendimento às Vítimas de Crimes Violentos de Ribeirão das Neves). É coordenadora de Grupos de Mulheres (Roda Viva) e Homens (Andros) pelo Instituto Albam desde 2013. Possui Formação em Psicanálise pelo Campo Lacaniano e atende em consultório particular.

João Paulo Bernardes Gonçalves
João Paulo Bernardes Gonçalves
Coordenador de Grupos

graduado e licenciado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/Minas) e mestre em Psicologia Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Membro do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão Conexões de Saberes (FAFICH/NEPECS). Mediador de Conflitos pelo Instituto Brasileiro de Mediação e Arbitragem (IMAB). Tem experiência em Projetos de Extensão Universitária, com ênfase em Psicologia Social Comunitária, atuando principalmente nos seguintes temas: intervenções psicoeducativas em gênero, masculinidades e violências; adolescência, educação afetivo-sexual e saúde reprodutiva. Atuou como gerente do Programa Mediação de Conflitos da Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais (SEDS/MG). Para mais informações, acesse o currículo Lattes

Leonardo de Lima Leite
Leonardo de Lima Leite
Coordenador de Grupos

Graduado em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Foi técnico social e mediador do Programa Mediação de Conflitos da Secretaria de Estado de Defesa Social e trabalhou como apoio técnico, fazendo intervenções de Educação em Saúde no projeto de extensão da Escola de Enfermagem da UFMG. Participou da elaboração de vários seminários, dentre eles o Seminário Municipal da Política de Prevenção à Criminalidade e Políticas Públicas de Betim (2012). Elaborou um artigo publicado no livro Mediação de Conflitos, intitulado “O Acolhimento e a apresentação do método: aspectos relevantes do processo de Mediação-Avaliação de caso de Mediação atendido pela equipe da Pedreira Prado Lopes”. É coordenador de grupos no Instituto Albam. Foi analista social do Programa de Inclusão do Egresso do Sistema Prisional - PRESP em Belo Horizonte.

Gustavo Fortunato Duarte
Gustavo Fortunato Duarte
Coordenador de grupos reflexivos

Graduado em psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais, com percurso acadêmico voltado para a Psicologia Social e Psicologia Clínica. Tem como concentração de estudos as áreas de gênero, diversidade sexual e psicanálise. Integrou a equipe do NUH/UFMG (Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT) como bolsista de extensão, trabalhando na execução de três edições do projeto de extensão “Educação Sem Homofobia” em Belo Horizonte, região metropolitana e no Vale do Jequitinhonha. Nesse contexto, atuou também na construção de eventos e seminários, como a “Conferência Municipal de Direitos Humanos e Cidadania LGBT”. Atua como coordenador de grupos reflexivos de gênero e psicólogo clínico. Para mais informações. Acesse o currículo Lattes